O que são varizes?

As varizes são veias superficiais, dilatadas e tortuosas com maior incidência no sexo feminino. Elas possuem válvulas que perderam sua função e, por isso, ocorre um refluxo do sangue. Ou seja, o sangue que deveria somente subir pela veia, desce e fica acumulado nas pernas, gerando diversos sinais e sintomas.

As principais queixas clínicas dos pacientes são dor tipo peso e cansaço nas pernas, queimação, coceira e inchaço. Tais sintomas pioram no final do dia, nos dias mais quentes, após períodos prolongados em pé, na gestação e no período menstrual.

Os fatores mais importantes relacionados ao surgimento das varizes são hereditariedade, envelhecimento, sexo feminino, obesidade, gravidez, uso de anticoncepcionais e sedentarismo.

Tratamento

O tratamento clínico tem por objetivo melhorar os sintomas e prevenir complicações e consiste em uso de medicações, prática de atividade física regular e uso de meias elásticas. Já a retirada dos vasinhos e varizes pode ser feita através de cirurgia ou microcirurgia, escleroterapia química e laser. Vale enfatizar que não existem regras e cada tratamento deve ser individualizado e decidido entre o médico e cada paciente de acordo com seus objetivos e tipos de veias.

Escleroterapia líquida (aplicação)

Consiste aplicação de um produto na forma líquida (esclerosante) no interior dos vasinhos que promove a lesão da parede do vaso e o seu fechamento.

Escleroterapia com espuma densa ecoguiada

Nesta técnica, o produto líquido é misturado com ar formando uma espuma que é aplicada no interior da veia. Todo procedimento é acompanhado com o ultrassom no consultório. A espuma normalmente é indicada para varizes mais calibrosas e pode ser uma alternativa a cirurgia em alguns casos.

Microcirurgia

Retirada cirúrgica das varizes através de microincisões (cortes muito pequenos) após anestesia local. Não precisa de pontos, somente curativo com fita micropore. Mais indicada para pacientes com pequena quantidade da varizes.

Cirurgia de varizes

Indicada para varizes de maior calibre, principalmente quando há comprometimento da veia safena. É feita no centro cirúrgico sob sedação e anestesia. Quando há indicação de tratamento da safena, esta pode ser feita pelo método convencional de retirada ou por laser. O endolaser consiste na passagem de uma fibra óptica no interior da veia, guiada por ultrassom e posterior liberação de um calor intenso que promove o fechamento do vaso. Esta técnica permite uma recuperação mais rápida com menos hematomas e dor.

 

Dra. Ana Flávia Rosa – Cirurgiã Vascular e Angiologista em Uberlândia

Rua Santos Dumont, 230
34 3235-3754 / 34 9 9996-6782

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart