Aneurismas arteriais

São dilatações anormais de uma determinada artéria. O mais comum é o da aorta abdominal.

Os principais fatores de risco para formação de aneurismas são tabagismo, hipertensão arterial, idade avançada e histórico familiar.

Sintomas

A maioria dos aneurismas são assintomáticos e são descobertos em exames de rotina. Os sintomas dependem da localização. No caso do aneurisma de aorta abdominal, o paciente pode ter dor abdominal ou lombar e sentir uma massa pulsátil no abdome. Nos aneurismas de artéria poplítea (que passam atrás do joelho) pode haver compressão de nervos e veias, levando a dor e inchaço da perna.

As complicações mais comuns são a rotura e a trombose. Na rotura do aneurisma de aorta, existe um sangramento volumoso com alto risco de morte, constituindo uma emergência vascular. Na trombose do aneurisma de poplítea, o coágulo impede a passagem de sangue para a perna, existindo o risco de perda do membro caso não seja tratado a tempo.

 

Tratamento

Os aneurismas pequenos devem ser acompanhados periodicamente.

Quando indicado tratamento cirúrgico, este pode ser feito por via aberta ou por via endovascular. A escolha da técnica é individualizada, levando em consideração o tipo e localização do aneurisma e as condições clínicas do paciente.

Dra. Ana Flávia Rosa – Cirurgiã Vascular e Angiologista em Uberlândia

Rua Santos Dumont, 230
34 3235-3754 / 34 9 9996-6782

 

View this post on Instagram. cialis south africa price Martin t, hanusa b, kapoor w.

There are no comments

Deixe uma resposta

Start typing and press Enter to search

Shopping Cart